INDÚSTRIA DE IMPRESSÃO ETIQUETAS & EMBALAGENS

A Olegário Fernandes é uma gráfica produtora de caixas em cartolina, etiquetas auto-adesivas e rótulos em papel e em filme. A empresa foi criada em 1922 e desde então tem crescido tornando-se numa empresa com 92 funcionários e 7.000 m2 de área coberta, com linhas de produção automatizadas e actualizadas.

O desejo de oferecer produtos e serviços de qualidade e garantir a satisfação dos clientes levou a empresa a tomar a decisão de implementar uma solução MIS|ERP. O Sistrade® MIS|ERP atende a todas as necessidades da empresa que permite gerir todos os processos de negócios e da produção em apenas um sistema.

Outra grande vantagem do Sistrade® MIS|ERP é sua arquitectura 100% web onde o utilizador não é dependente do hardware e do sistema operacional. O utilizador pode aceder a todos os recursos do MIS|ERP usando um laptop, tablet ou smartphone, independentemente do sistema operacional ou navegador.

OLEGÁRIO FERNANDES E O ERP SISTRADE PRINT VERSÃO PDF

A SISTRADE, PREMIUM PARTNER DA APIGRAF, APRESENTA UM DOS SEUS CLIENTES COMO UM CASO DE SUCESSO NA IMPLEMENTAÇÃO DO SOFTWARE ERP SISTRADEPRINT. A T&G ESTEVE À CONVERSA COM CRISTINA BAETA, DA OLEGÁRIO FERNANDES.

1. A Olegário Fernandes é uma empresa de referência no mercado nacional que, nos últimos anos, tem desenvolvido o seu negócio em áreas específicas. Podenos explicar um pouco a história da OF?
C.B. - A Olegário Fernandes é uma empresa antiga, fundada em 1922. Em 1968, o Sr. João Baeta, principal accionista da empresa, adquiriu o alvará da empresa e iniciou o seu desenvolvimento, primeiro dedicando-se aos trabalhos comerciais e de publicidade e mais tarde à rotulagem em papel.
No início dos anos 90 a Olegário Fernandes muda para novas instalações fabris e inicia a mudança estratégica da sua actividade para a área das cartonagens, bulas médicas e rotulagem em papel.
Em 2003, com o objectivo de reforçar a sua capacidade produtiva e condições técnicas, amplia as instalações fabris e instala novas linhas de produção de etiquetas adesivas. Ao longo dos últimos anos foi preocupação constante da Olegário Fernandes a actualização tecnológica nas áreas de embalagem e de etiquetas adesivas e a qualificação dos seus recursos, de forma a responder prontamente às necessidades de cada cliente e às exigências dos mercados interno e externo.

2. Quais os principais produtos?
C.B. - Actualmente os principais produtos produzidos pela Olegário Fernandes são as caixas, caixas contra-coladas, etiquetas adesivas, bulas medicas, rótulos em papel e rótulos em filme.
Somos uma empresa especializada na produção não só de um tipo de material de embalagem mas de diversos tipos de material de embalagem, o que consideramos poder ser uma mais valia para os mercados que fornecemos.

3. Quais os principais mercados?
C.B. - Os principais mercados que a Olegário Fernandes fornece são o mercado farmacêutico, o mercado agro-alimentar e o mercado dos produtos de higiene e limpeza do lar. Em qualquer um dos mercados onde estamos presentes procuramos fornecer, a cada cliente, um serviço diversificado e completo, na produção de materiais de embalagem, sejam eles cartonagens, etiquetas adesivas, rótulos ou bulas médicas.

4. A OF implementou um sistema integrado de gestão, vulgo ERP, da Sistrade. Já conhecia a empresa? 
C.B. - Já conhecíamos a empresa Sistrade enquanto fornecedora do ERP SistradePrint. Alguns anos atrás assistimos a uma demonstração do seu sistema integrado de gestão, mas na altura não avançamos para a mudança de sistema.
A empresa Sistrade é muito dinâmica na sua politica de divulgação e comunicação, pelo que, ao longo dos últimos anos, também fomos acompanhando, através de artigos publicados e outras acções, a sua evolução e internacionalização.

5. O que levou a OF a implementar um sistema destes? Que vantagens tem, ao nível da redução de custos e agilização de processos de negócio?
C.B. - A Olegário Fernandes tinha implementado um Sistema Integrado de Gestão desde o ano 2000, mas que eram dois sistemas distintos (um para área comercial, produção, stocks, planeamento e outro para a parte administrativa e financeira) que estavam interligados. No entanto, não estavam integradas todas as áreas da empresa, nomeadamente aspectos importantes da área técnica, como especificações técnicas, bases de dados de ferra-mentas (cortantes, brailles, reservas e outros), bem como interligação dos orçamentos com as ordens de fabrico, a gestão de lotes de materiais primas, entre outros. Com o desenvolvimento e crescimento da Olegário Fernandes começaram a surgir novas necessidades às quais o sistema que tínhamos já não permitia ter resposta adequada. Com o Sistema Integrado de Gestão da Sistrade, temos agora um só ERP, que permitiu integrar todas as áreas da empresa, ter informação em tempo real e em tempo útil e simplificar alguns processos. O sistema arrancou recentemente e ainda estamos a optimizar algumas áreas, mas já sentimos agilização em alguns processos e esperamos obter redução de alguns custos, incluindo de tempos de execução de tarefas.

6. O processo de implementação de um ERP como o Sistrade numa empresa com a dimensão e a complexidade de processos produtivos como a OF, é, certamente, um processo demorado.
Como correu este processo?

C.B. - Foi um processo que demorou mais tempo e exigiu mais trabalho que o inicialmente previsto. Não conseguimos arrancar na data que tínhamos colocado como objectivo, início de 2014 e só arrancamos no último trimestre de 2014. Mas consideramos que o processo, no seu conjunto, correu bem tendo em conta que foi uma mudança total em todas as áreas da empresa.  Exigiu um esforço adicional das pessoas envolvidas no projecto, quer da parte da Olegário quer da parte da Sistrade, inclusive para, em algumas situações específicas, encontrar as melhores soluções. 

7. O trabalho em equipa com a Olegário Fernandes foi positivo?
C.B. - Sim, desde o início conseguimos trabalhar em equipa e este trabalho conjunto foi melhorando e tornando-se mais eficaz à medida que o projecto de implementação foi avançando. Ambas as partes foram alocando ao projecto os elementos necessários em cada fase do processo.

8. Em que áreas implantaram o Sistrade? O Sistrade está neste momento nas várias áreas da empresa? Incluindo a área administrativa e financeira? 
C.B. - A Olegário Fernandes implementou o SistradePrint em todas as áreas da empresa, Orçamentação, Gestão Comercial, Técnico, Produção, Planeamento, Compras, Stocks, Expedição, Controlo Qualidade, Manutenção e incluindo a área Administrativa e Financeira e Gestão de Recursos Humanos.
Sendo um Sistema Integrado de Ges-tão só fazia sentido implementar em todas as áreas da empresa, de modo a simplificar processos e ter acesso permanente a informação integrada.

9. O facto do ERP Sistrade gerir a orçamentação e a produção de Etiquetas e de Embalagens foi um aspeto crucial no processo de decisão e de opção da SISTRADE?
C.B. - Na selecção do ERP a implementar, era essencial para a Olegário Fernandes que o mesmo permitisse integrar todas as áreas da empresa, que permitisse gerir os vários tipos de produto que executamos (embalagens, etiquetas adesivas, rótulos, bulas) e os vários processos de impressão de que dispomos (offset, flexografia, letterpress, digital) e o ERP da Sistrade respondia a estas exigências. Consideramos o processo de orçamentação do SistradePrint muito completo, quer para embalagens quer para etiquetas, e permite-nos orçamentar cada trabalho em todos os seus componentes.

10. Uma das áreas fortes do ERP Sistrade é a gestão da produção – Quantos postos de recolha da produção tem a Olegário Fernandes?
C.B. - A Olegário Fernandes tem instalados na produção cerca de 20 postos de recolha de dados, permitindo a recolha de dados da produção em tempo real e consequentemente ter informação imediata da situação de cada trabalho e dos seus tempos e custos de produção. 

11. Quantas pessoas usam o ERP Sistrade, incluindo a produção?  
C.B. - Incluindo a recolha de dados na produção, são cerca de 100 pessoas a utilizar o ERP SistradePrint. Apenas algumas funções a nível de ajudantes de impressão ou operadoras de acabamento é que não utilizam.

12. Está globalmente satisfeita com o ERP Sistrade? 
C.B. - Sim, estamos satisfeitos com a implementação do ERP SistradePrint que consideramos ser uma mais valia na gestão da empresa, já permitiu integrar e simplificar alguns procedimentos e dispor de melhor informação de apoio na gestão diária da empresa e na tomada de decisões. Consideramos que o processo ainda não está totalmente concluído, estamos ainda a optimizar a implementação em algumas áreas e a melhorar alguns dos outputs que o sistema nos pode fornecer. Uma vantagem do SistradePrint é que permite, de uma forma geral, a sua adaptação às necessidades do cliente
Como cliente, por vezes gostaríamos que as soluções e respostas às nossas necessidades fosse mais rápida, mas estamos conscientes que este é um processo que exige tempo.

13. Recomenda o Sistrade a outras empresas?
C.B. - Sim, pensamos que a implementação do ERP SistradePrint é uma mais valia para a gestão das empresa gráficas e pela nossa experiencia uma mais valia para as empresas de embalagem e etiquetas adesivas.

Website: www.olegario-fernandes.pt

OLEGÁRIO FERNANDES - ARTES GRÁFICAS, S.A.
OLEGARIO FERNANDES